Sonho em Copacabana: Camila e Virgílio

camilaevirgilio6

A história de hoje é sobre casamento. Mas não sobre festa e cerimônia, vestidos e madrinhas. Mas sobre o início de tudo: o pedido de casamento. Esse foi o mais incrível de que eu já tive notícia. E é um prazer enorme compartilhar essa linda história com vocês!

Camila e Virgílio se conheceram em 2007, na faculdade de Educação Física. O encantamento foi mútuo e logo no primeiro churrasco de início de faculdade conversaram muito e já ficaram muito próximos. Namoraram por dois meses naquela época, e por serem muito novos, acabaram terminando. Permaneceram amigos durante a faculdade, e foi na festa de formatura que ficaram muito próximos novamente. Aos poucos, eles foram iniciando um novo relacionamento, e a partir de abril, não se desgrudaram mais. Só assumiram mesmo o namoro em setembro de 2011, após Camila passar uma temporada no exterior, em que se falaram todos os dias. No dia em que ela voltou para o Brasil, ele foi com a mãe dela buscá-la no aeroporto e resolveram que a partir daí não teriam mais desculpas para não ficarem juntos. Era 4 de setembro de 2011.

Esse ano de 2016, serão 5 anos de namoro. Desde o ano passado, eles planejam comprar um apartamento e ficar noivos. Para Camila, seria nessa ordem. Quando comentava sobre noivado com o Virgílio, ele fingia que não estava escutando, ou dizia que era muita coisa, pedido anel… E ela ainda dava a dica “Pede ajuda a minha irmã!” Sonhava com um pedido a sós, romântico, pra depois comemorar com a família. E falava que não era pra ele deixar pra última hora, porque ela queria oficializar com a família até o final do ano.
E ela mal sabia que já estava tudo organizado. Virgílio já havia preparado tudo há 3 meses.

Há 1 mês do dia dos namorados, ele começou a falar que queria comemorar a data. Mas por conta da economia que estavam fazendo pela compra do apartamento, ela não queria nenhum programa especial, preferia um almoço em casa. E ele insistiu. Acabaram combinando um almoço e só. Na véspera, ficaram juntos na casa dela. No domingo, que era 12 de junho, eles acabaram tendo uma briguinha de manhã, porque ele não queria acompanhá-la na missa. “Eu briguei com ele, disse que era um absurdo, que o padre ia chamar os namorados lá na frente e eu estaria sozinha.” A mãe dela, que já sabia dos planos de Virgílio, implorou pra que Camila não brigasse com ele! “Me promete que você não vai brigar com o Virgílio hoje? Ele já não disse que vai à missa com você?” (A essa altura, ele já tinha resolvido ir).

camilaevirgilio11

“Minha filha, tem dia que a gente acorda e acha que é o pior dia da nossa vida, e ele acaba se tornando o melhor dia da nossa vida”.

Ele chegou para buscá-la pra missa com uma flor nas mãos, a briga já não fazia mais sentido. A mãe de Camila e a irmã, Carol, também os acompanharam à igreja. Após a missa, foram almoçar, Camila, Virgílio, a irmã e o cunhado de Camila. Ela escolheu o restaurante preferido de Virgílio, mas ele resolveu ir em outro, o que a contrariou novamente, já que queria agradá-lo. Mas ela não sabia que o tempo dele já estava estourando!

Depois do almoço, Camila percebeu que ele pegou um caminho diferente, que não era o caminho de casa. Pensou que ele, teimoso, a levaria para comemorar o Dia dos Namorados em algum lugar.  “Achei que ele ia me levar em algum hotel pra gente passar o dia. Mas ele passou por dois hotéis e nada. Imaginei que ele estivesse me levando a Itaipava, pra gente jantar e voltar. Aí fiquei tranquila até Itaipava e resolvi não estragar a surpresa dele. Mas passou Itaipava e nada!“. Ele chegou a dizer que estavam indo para a Região dos Lagos, pois a família dele tem casa lá. Mas estava um frio danado e ela somente com a roupa do corpo! Só podia ser mentira! Ela chegou a imaginar que eles estavam indo para a casa do cunhado no Rio de Janeiro para jantar no Outback. Mas passou a entrada da barra, e nada de ele entrar! E entrou na zona sul.

Não conheço a Zona Sul do Rio, mas quando a gente entrou na Avenida Atlântica, aí eu sabia que era Copacabana. Ele comentando comigoa gente nunca vem pra cá. Aqui é tão bonito, tanto restaurante bonito, hotel… E quando chegou o Copacabana Palace, eu lembro que falei “Nossa, ele é muito maravilhoso. Deve ser muito luxo, muito lindo”. E ele entrou no Copacabana Palace. Ela pediu pra que ele parasse de fazer gracinha, pois ia passar vergonha! Virgílio, rindo, disse que tentaria arrumar um day use ou um jantar na piscina. Camila ficou uns 10 minutos sozinha no carro, rindo de nervoso e imaginando o que iria acontecer a partir do momento que descesse do carro. Foi quando o Virgílio voltou e disse pra ela descer, que eles iriam jantar ali.

camilaevirgilio2

“E eu com a roupa do corpo! Se eu soubesse que ia jantar no Copacabana Palace, eu tinha feito cabelo e maquiagem!”

“Nós entramos, passamos pelos elevadores, e eu achei que íamos pra piscina. Mas lá no fundo tinham outros elevadores. O Virgílio mandou eu procurar o quarto 352. E eu perguntava “Mas a gente vai ficar aqui hoje? Eu não tenho nem roupa.” Quando eu saí do elevador, era o primeiro quarto. Abri a porta, era um quarto gigante, sala, quarto, varanda, closet… e tocando a nossa música! Eu perguntei “A nossa música, amor, como você fez isso?” E ele começou a rir de nervoso. E tinha um café da tarde, todo pronto, coberto com aquela prataria. Nossa música tocando. Uma foto nossa. Eu fui direto pra varanda, aquela vista linda… A piscina, aquele mar…” Ela conta que eram tantos pratos que nem sabia por onde começar. Começou, então, pelo prato que estava logo a frente dela, o primeiro. Quando Camila abriu o primeiro prato: era a caixinha, com o anel, a coisa mais linda do mundo! Ela até se emociona e conta com a voz suave, que ele se levantou e disse “Quer casar comigo, linda? Te amo muito!”

camilaevirgilio9

“Foi tão surpresa, tão surpresa, que até hoje parece que eu vivi um sonho. Meu dia começou normal e terminou no Copacabana Palace, eu noiva!”

Foi lindo, foi inesquecível!” Camila diz que conhece pessoas que ficaram noivos sem um pedido oficial, mas ela acredita que toda mulher merece passar por uma surpresa pra ser pedida em casamento, porque ela nunca vai esquecer o que viveu ali. Todo carinho dele pra tomar cuidado pra que ela não desconfiasse de nada, ter ido ao Rio de Janeiro antes pra ver tudo nos mínimos detalhes. Jantaram na varanda, tomaram champagne. No dia seguinte, aproveitaram muito o Rio, que pra eles, nunca mais será o mesmo.

camilaevirgilio4

“E eu só perguntava “Como você fez isso?” Eu estava ate com a perna bamba!” Quando ela entrou no quarto, ela encontrou o buquê que ela disse ser o mais lindo que ela já viu na vida. E quando ele perguntou se ela tinha gostado, ela respondeu que era o lugar mais lindo onde ela já havia ido.”

camilaevirgilio8

camila12 camilaevirgilio10 camilaevirgilio1 camilaevirgilio3

Essa história é pra contar e recontar mil vezes, de tão linda! Desejo muito amor e muita felicidade pra esse casal, que agora começa uma nova história de suas vidas!

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

Salvar

10 comments

  1. Marta Regina Barbosa disse:

    Linda história!! Faz a gente chorar de felicidade!!! Sinal de que o amor e o romantismo ainda estão presentes em nossas vidas!!!! Parabéns!!!!

    • Thais Ferreira disse:

      O prazer foi meu de poder contar essa história tão encantadora, que parece saída de um filme! Continuem essa linda caminhada com muito amor!

Deixe uma resposta