Natália e Igor – Doce Setembro

nat e igor17

Pra estrear esse nosso cantinho, onde vou contar histórias de sonhos que já foram realizados, só podia ser com essa história linda, emocionante e cheia de amor, como foi o casamento de Natália e Igor. Venha se inspirar e se emocionar com a gente!

História do casal:

Natália e Igor se conheceram em setembro de 2011, através de amigos em comum, no Bar Lampião e Maria Bonita (hoje Rei do Cangaço) em Juiz de Fora/MG. Lá sempre rola sertanejo, e Igor logo a chamou pra dançar e conversar ao som da dupla sertaneja Janduil e Fabiano. Naquele mesmo dia rolou o primeiro beijo. Assim começou o namoro, no mês de setembro, que duraria 4 anos.

Em meados de 2013, Igor se mudou para Maceió/AL, e como Natália permaneceu em JF, eles continuaram namorando, porém, à distância. Ora ele vinha para JF, ora ela viajava para Maceió.

nat e igor4

Coincidentemente, em SETEMBRO de 2014, Igor chegou em Juiz de Fora de surpresa, e pediu Natália em noivado, o que ela aceitou sem hesitar! Foram a casa dos pais dela em Astolfo Dutra no final de semana seguinte, para que Igor pedisse a mão dela em casamento. “Eles ficaram muito felizes, concederam a minha mão, nos deram conselhos a respeito do significado do casamento.” Saindo dali, decidiram que o casamento seria realizado em JF e já acertaram a data. E decidiram morar juntos. O que eles não esperavam era que seria a última vez que Natália veria o pai em vida, pois ela logo voltou para JF para pesquisar fornecedores e depois foi morar em Maceió: “Meu pai faleceu de infarto fulminante no dia 3 de maio de 2015. Foi muito difícil pra mim, mas Deus me deu tanta força, que eu não acreditava que tinha.” No dia 4 de maio, ela estava em Astolfo Dutra para o velório do pai. Pensou em desistir do casamento, mas a vida tinha que continuar… Com quase todos os contratos fechados, decidiu subir ao altar, conduzida apenas por Deus e levando o pai no coração.

nat e igor18

Preparativos pro casório:

Os 10 dias que Natália ficou em JF antes de se mudar para Maceió, foi exclusivamente para cuidar dos preparativos pro casório. Primeiramente, fizeram a lista de casamento (para 250 convidados) para depois determinarem o local adequado para realizar a cerimônia e recepção. Dentre os mais de 20 locais visitados, ela optou pelo Privilège, ideal pelo tamanho e serviços oferecidos. A maioria dos demais contratos, quem fechou foi a irmã, que junto com a cerimonialista Sara (Sofisticare), ajudaram muito com os preparativos pro grande dia. A decoração ficou por conta do Júnior. “Minhas flores foram todas brancas, inclusive o bouquet. Amooo tudo branco!!!” Ela buscou inspirações de decoração de casamentos na internet (lustre, muro inglês e orquídea caindo do teto) e combinaram tudo por mensagem! Por volta de 15 dias antes da cerimônia,  quando ela já estava na cidade, eles acertaram os últimos detalhes.

nat e igor2

O vestido de noiva foi escolhido em Maceió, para facilitar as provas. “Quanto aos vestidos das madrinhas, eu amo paleta de cores claras, aí fiz um grupo (no WhatsApp) pra explicar direitinho os tons dos vestidos.” Ela conta também como foi a escolha dos padrinhos e madrinhas: “A escolha das madrinhas e padrinhos foram meus amigos e amigos de meu marido também, pessoas que amamos de paixão.”

nat e igor3

O som do casamento, claro, ficou por conta da dupla sertaneja que embalou os primeiros momentos de romance do casal, Janduil e Fabiano! Eles contrataram a dupla para relembrar e retomar aquele momento, o dia em que se conheceram.

A fotógrafa escolhida para registrar os momentos mais especiais da vida do casal foi a Suzana Nascimento. Natália visitou vários fotógrafos de JF, que ela considera top, pois queria um álbum de qualidade, além das fotos maravilhosas. Além disso, o desejo dela era de fazer as fotos de pré-casamento do casal no “paraíso chamado Alagoas”. Suzana Nascimento, além de super recomendada em grupos de noivas, trabalhar com material de excelente qualidade e de fazer fotos perfeitas, ela topou em fazer as fotos em Alagoas! “Fechamos contrato e ela veio nos fotografar em abril de 2015”.

nat e igor4 nat e igor7 nat e igor10   nat e igor9

Momento mais especial do grande dia:
“O momento mais especial foi, sem dúvida, o momento da minha entrada na cerimônia. Eu estava tão nervosa (o coração parecia uma escola de samba), que eu olhava para os convidados e não reconhecia ninguém!”, hoje ela conta, achando graça. Até que ela olhou para o altar e avistou o noivo… O Grande Dia havia, realmente, chegado!

O que ela nunca vai esquecer:

Natália conta um momento que ela define como “simplesmente EMOCIONANTE e INESQUECÍVEL”: “quando passei pela Rua Santo Antônio, a caminho da cerimônia, vestida de noiva dentro de um carro com a capota aberta (um Fordinho 1932), com o trânsito parado… E tava cheio de gente passando pela calçada…  E a galera da rua apontava pra mim e gritava: ‘Olha a noiva, que linda!!!’ E várias pessoas davam tchau, aplaudiam e gritavam: ‘Parabéns!!!’ ‘Seja feliz!!!’ E eu, sozinha com o motorista dentro do carro, comecei a chorar (momento em que minha ficha realmente caiu – o GRANDE DIA chegou)!”

nat e igor1

Enfim
“Namoramos… noivamos e nos casamos em SETEMBRO.. Daí nosso Doce Setembro❤”

nat e igor19

Crédito das imagens: Suzana Nascimento Fotografia

É ou não é de arrepiar? Eu fiquei muito emocionada em conhecer a história desse casal lindo!

Gostaram? Conte você também a sua história! Envie um e-mail para contato@meusonhodenoiva.com.br que publicaremos aqui!

Salvar

4 comments

  1. Gabriela disse:

    História linda!!! Noiva lindíssima tb!! E essas fotos?! Que isso… Tudo lindo! Parabéns!! Ameiii as orquideas caindo do teto!!! Felicidades!!!!

Deixe uma resposta